quinta-feira, 1 de julho de 2010

Londres, WBC, nova programação de cursos e outras coisinhas mais.

Novas turmas do Curso Prático de Torra com Perfil!
Veja o programa:

http://isabelaraposeiras.blogspot.com/2010/02/insights-sobre-torra.html

Carga Horária: 24 horas úteis
Duração
: 4 dias
Data: checar datas no site http://www.coffeelab.com.br/
Horário: de 9h às 17h
Lotação da turma: 6 alunos
Equipamento: Diedrich IR-12kg
Informações e reserva:
11 3375 7400


Após tantas solicitações...

CURSO DE DEGUSTAÇÃO DE CAFÉS ESPECIAIS – Cupping e Espresso

Objetivo: Capacitar o aluno a conhecer suas habilidades sensoriais e conhecer as ferramentas de avaliação profissional de cafés Especiais, tanto no método Cupping quanto no Espresso.

Conteúdo:
* todos os tópicos abaixo são ilustrados com teoria e aprofundados com a prática.

- Ferramentas corporais de perceoção sensorial
- Influências externas à percepção sensorial
- A Psicologia do sabor
- Testes personalizados de distribuição de tipos de papilas gustativas na língua
- Os aromas do café - Le Nez du Café
- Qualidades e defeitos básicos de café e suas possíveis causas
- Qualidades e defeitos avançados de café e suas possíveis causas
- Degustação direcionada às peculiaridades do Espresso.

Carga horária: 18 horas.

Número máximo de alunos por turma: 8.

Data e horário: de 25 a 27 de agosto, das 9h às 16h.

Informações e reserva:
11 3375 7400


Todas as aulas dos cursos de TORRA e DEGUSTAÇÃO são ministradas por Isabela Raposeiras, Mestre de Torra, SCAA Cupping Judge e Barista.


WBC E LONDRES

Notícia ruim: esqueci meu celular no carro quando fui para o aeroporto. Resultado: nenhuma foto tirada por mim. Não sou das mais japonesas nesse sentido, mas numa ocasião em que você encontra um monte de feras e amigos do meio internacional de cafés especiais, a ausência da minha câmera/celular se fez presente. Sorry for that.

Sem muitas novidades, mais uma feira internacional acabou e a certeza que elas são importantes para revermos pessoas e conversarmos sobre as mais recentes experiências sobre café. O lançamento que movimentou a feira e os baristas do mundo foi a máquina de espresso STRADA, novo modelo da La Marzocco. O estande estava sempre lotado de pessoas amontoadas sobre os dois modelos de máquina com o recurso de Perfil de Pressão.

Eu estava super resistente a essa nova possibilidade que acrescenta mais uma variável ao preparo de espresso com tão poucas constantes. A pressão, uma constante no preparo, se tornou uma das variáveis mais maleáveis nesse modelo de máquina. Você basicamente pode fazer o que quiser com a pressão. O resultado: infinitas possibilidades com um mesmo café e a vantagem de você não precisar desistir tão rapidamente de um café que inicialmente não te agrada.

Privilégio meu foi conseguir ouvir toda a explicação sobre a máquina ao lado do Tim Wendelboe que sacou um de seus micro-lotes da bolsa e preparou na máquina. Após alguns testes com perfis diferentes, tomamos um espresso de desmaiar!! O Cielito Lindo, de Honduras. Mais tarde, sentada na arena do WBC para assistir as finais ao lado do Tim, alguém perguntou a ele qual teria sido seu espresso preferido até hoje. Ele respondeu que tinha sido aquele que acabáramos de tomar no estande da La Marzocco. Disse que se surpreendeu com o resultado do café que conhece tão bem, mas, que em sua própria máquina, não se apresenta tão doce, macio e inesquecível. Sortuda eu de estar lá para provar o néctar.

Acompanhei a maioria das apresentações das eliminatórias, e todas as apresentações das semi-finais, etapa acrescentada nesse ano, e das finais. O nível das apresentações e do conhecimento dos baristas está cada ano mais alto. A novidade foi a presença de vários países da América central e do Sul nas semi-finais. Vejam a pontuação de todas as etapas no link: http://www.worldbaristachampionship.com/wordpress/pdf/2010_WBC_Ranking_Order.pdf.

Parabéns à nossa Yara, que ficou em 8º dentre 53 baristas de todo o mundo. Aliás, não houve nenhuma desclassificação nessa edição do mundial.
Minha conclusão: as apresentações são muito bem pensadas e montadas. Os melhores baristas, muito preparados. Ter uma boa pontuação técnica já não passa de obrigação. Então, o sabor das bebidas, do café, especialmente, é realmente aquilo que fará a diferença.

5 comentários:

Rodrigo Gava disse...

Isabela, desta vez eu vou começar lhe pedindo desculpas pelo meu comentário, mas eu preciso me "eSpressar":
- puta queo pariu de máquina fudida e que tesão do caralho que eu vou fazer o seu curso de degustação!!!!!
I'm sorry.

Valmont disse...

Isabela!

Notícia de onde trabalho que talvez lhe interesse:

"Em meio ao processo de consolidação da indústria brasileira de laticínios, a norte-americana Dairy Farmers of America prepara seu desembarque no país. A empresa, um gigante com faturamento anual superior a US$ 13 bilhões, vai se instalar no Brasil nos próximos três meses com uma estratégia, no mínimo, sui generis.

Por ora, não vai nem construir uma fábrica própria nem partir para aquisições. A companhia pretende importar seus produtos fabricados nos Estados Unidos e comercializá-los no país. A operação depende de acordos com operadoras de terminais portuários e da construção de um centro de distribuição.

O plano da Dairy Farmers é inusitado, quase excêntrico. A importação de derivados de leite é um processo complexo e dispendioso, notadamente em relação à conservação dos produtos. Além disso, os norte-americanos terão de encontrar uma equação financeira que lhes permita praticar preços competitivos e brigar por mercado com os produtores locais. A empresa, no entanto, prefere fazer um test driver no Brasil antes de partir para algum movimento mais audacioso."

Beijo.

Isabela Raposeiras disse...

Obrigada pela notícia, Valmont. Laticínios de qualidade são fundamentais para nossa profissão!

Cris Couto disse...

puxa, isa, cada vez mais complexa é a extração de um bom espresso, não?
bjs

Eduardo disse...

Isabela. De nuevo estoy viendo su página y la encuentro realmente magnífica, de parte estoy aprendiendo portugués. Sigo con tostadora de café usada y bien (solo 5 kilos). Molino Bunn. Capuccinera casera etc. pero contento.
Un saludo.