domingo, 5 de julho de 2009

"O Primeiro Ano do Resto da Minha Vida"

Espero que a demora de meses seja compensada pelas novidades que trago. Também espero que nossos próximos contatos sejam mais frequentes.
Vamos começar pelo “primeiro ano do resto da minha vida”, ou seja, a criação do projeto Coffee Lab. Sempre fui apaixonada e desafiada pela complexidade da torra. Estudei em alguns países ao longo da minha trajetória e torrei grãos nas mais diferentes máquinas que podem imaginar. Após minha última empreitada didática em busca de mais conhecimento e experiência em torra – com o Peter Dupont e o Tim Wendelboe – decidi dar o meu “próximo passo”. Decidi montar um laboratório de torra em que teria os melhores equipamentos, matéria prima e métodos para estudar e pesquisar o potencial do nosso café de qualidade e sua variedade sensorial. Costumo dizer que o caminho do café Especial no Brasil teve um desenvolvimento peculiar: começou com a matéria prima de alta qualidade disponível aqui. Depois “pulou” para o profissional Barista e a importância dos métodos de preparo e interação com bons equipamentos. Agora, sinto que estamos prontos para irmos em busca do que considero uma das etapas mais complexas e sensíveis da cadeia por trás da xícara: a torra. Vejo um movimento generalizado acontecendo nesta direção e o Coffee Lab faz parte dele. Vejam o processo "obras".

Escolhi o torrador americano Diedrich por razões que terei o prazer de explicar aqui, em futuras conversas, e pessoalmente. Aqui vai uma foto desta linda e preciosa máquina! Fui estudar torra com o Steve Diedrich, inventor desta gracinha e fiquei por vários dias na fábrica aprendendo manutenção e assistência de torradores. Mais uma foto da versão "mecânica de torradores" Raposeiras.

Se alguém ainda acha que máquinas de espresso e de torra são complicadas, tentem colocar um torrador de 500kg e outro de 170kg dentro de uma casa da década de 50, cuja entrada principal tem uma escada e faz uma curva de 90º e a janela maior está a quase 2m do térreo... A imagem não faz jus às quase 12 horas de processo!

Preparamos o novo espaço (mesmo endereço) para receber as pessoas conhecidas e aquelas que iremos conhecer através de xícaras de café ou cappuccino. Sim, vamos abrir nosso espaço para o consumidor e amante das boas xícaras. Como somos um Lab e não uma cafeteria, não há balcão separando o barista do consumidor. O ambiente está todo integrado, pois queremos que o 'fazer café' seja interativo e próximo.

Novidade didática 1: nossos cursos de barista vão oferecer estágio em nossa cafeteria escola, no Coffee Lab. Sempre sentimos necessidade de validar o aprendizado do curso com experiência operacional de verdade e agora podemos oferecê-la.

Novidade didática 2: depois de anos de solicitações, condensamos nossos cursos em menos dias. Sempre resisti à idéia de longas horas de aula em função do comprometimento do aprendizado e da absorção de informação que ocasionam. Deste modo, buscamos ajuda de uma psicóloga e uma pedagoga para formamos um programa que não comprometa a qualidade do aprendizado e possa contemplar aqueles que não podem dispor de vários dias de aula. Os resultados têm sido interessantes e têm deixado os alunos e eu mesma, felizes.

Novidade didática 3: incluímos um módulo de "iniciação à torra prática" no curso Senior! Os alunos poderão torrar, eles mesmos, os cafés com que farão Cupping no dia seguinte.
Nossas portas estarão escancaradamente abertas a partir do dia 03 de agosto de 2009! O primeiro dos lindos grãos que o Coffee Lab torrará é da Fazenda Braúna, dos irmãos João e Afonso Mattos. E, queridos leitores deste blog, durante todo o mês de agosto, vamos oferecer café Especial para vocês levarem para casa!
A seguir, cenas dos próximos capítulos:
Vou postar aqui no blog todos os modelos de perfil de torra que desenvolveremos e os resultados sensoriais que vamos ter com eles.
Baristas, atenção! Vocês poderão agendar sessões gratuitas de torra no coffe Lab para entrar mais em contato com esta ciência! Aguardem notícias.
Até a próxima xícara, então!

9 comentários:

pacamluju disse...

Ola,

Estou encantada com o amor com o qual vcs tratam o café, sempre com essa cara de aconchego, não é aquela coisa fria que encontramos em tantos sites do mesmo assunto.
Me sonho é me tornar um barista um dia, mas as vezes penso que posso ter passado da idade (tenho 30)... quem sabe um dia...
Mas novamente meu parabéns...
abraço
Paloma

isabela raposeiras disse...

Se serve de consolo, tenho 35... Envie-nos seu e-mail para que fique sabendo de todas as nossas novidades e empreitadas cafeeiras.
Abraços,
Isabela

aaaaaaa disse...

Oi Isabela!
Fico muito feliz em ver que depois de tanta luta você conseguiu seu objetivo e que com esta conquista pode nos proporcionar um pouco mais de seu conhecimento.
Desejo todo sucesso pra ti pois vejo que indiferente de vários outros deste meio que a paixão e dedicação por esta arte vem em primeiro lugar.
Espero poder estar muito em breve conhecendo este espaço formidavel e poder trazer um pouco disto tudo para os mineiros e milhares de apaixonados pelo café com o qual eu trabalho.
Sucesso com todo carinho de alguem que aprendeu, aprende e quer aprender cada vez mais com você.

Ana Carolina S. do Carmo (Carol), Belo Horizonte.

PS: de onde????? VERDEMAR!!!!!

Paula disse...

Isabela,

Parabéns!!! Estou contando as horas para a inauguração e vou ajudar na divulgação.
Precisamos em todos os setores gastronômicos de profissionais como você.
Bjs,
Paula Cabral

Ricardo disse...

Isabela,
Cada vez fico com mais vontade de dar um "pulinho" ai em Sampa para "tirar" de você a arte e alquimia do bom preparo do café. Nossa pérola negra!!! Agora só falta arrumar um tempo em que coincida com os seus cursos. O problema é a distância. Acompanho sempre seu site e vejo a sua dedicação. Outra coisa, será que ainda tenho chance de ser um bom barista? Apaixonado por café eu sou. A nossa amiga Paloma, que escreveu no blog,tem 30, mas ela teve um consolo, voce disse ter 35 e eu aos 45 será que sobra alguma esperança?
Infelizmente aqui em Belô as coisas andam em passo de carruagem. Fizeram um concurso Nacional de barista no ano passado, em meados de agosto e fiquei sabendo por acaso, mas infelizmente já havia acabado o certame. O Suplicy, esteve participando como juiz.
Âs vezes fico pensando, como pode no pais do Cafe,no estado que mais se produz café especial,MG (corrija-me se estiver equivocado)ter tão pouco interesse por uma melhor divulgação.. inclusive até curso de barista aqui é dificil encontrar. Abrem cafeterias, mas vejo que poucas fazem jus ao nome.
Sucesso na sua empreitada!!
Abraços e até o próximo cafézinho!!!
Ricardo Rodrigues
Belo Horizonte

Rodrigo disse...

Olá Isabela, ainda não te conheço pessoalmente, mas estive no seu espaço nesta última sexta-feira e levei pra casa uma Aeropress e, acredite, um objeto de desejo dos mais cobiçados dos últimos tempos por mim - uma colher de prova.
Estou muito feliz em iniciar meus estudos com a degustação e espero fazer mais visitas para celebrar o aprendizado. Um abraço para a Regina, também. Rodrigo. http://mesacafe.blogspot.com

mariana disse...

Parabéns Isabela!

O Centro de Treinamento em Preparação de Café do Estado do Espírito Santo parabeniza este projeto inovador. O Café merece pessoas apaixonadas como você para trazer de volta todo o glamour que um dia já teve e foi valorizado por figuras ilustres. Vamos mudar a historia dando toda a importância que esta preciosidade merece. O nosso Café de cada dia!

Abraços,

Lúcia Helena Barros Coordenadora CTPC-ES

isabela raposeiras disse...

Obrigada a todos pela força! Aguardo vocês para alguns café aqui no Coffee Lab.
Abraço!

Dominio Feminino disse...

Prezada Sra. estamos em pesquisa sobre baristas, termo pouco conhecido no Brasil. Não apenas o termo barista, queremos saber até que ponto o brasileiro em geral conhece a arte da degustação do café. Sabemos nós que o barista equivale ao sommelier. Um barista é um degustador que conhece todo o processo da fabricação até chegar à xícara, um bom café. Se possível, apreciaríamos um artigo sobre barista. Ou melhor, uma entrevista. Contato pelo endereço:dominiofeminino@gmail.com